A história por trás do filme O lutador | Hope In Love
Tecnologia do Blogger.

A história por trás do filme O lutador

Em 2008, um emocionante filme que concorreu ao Oscar emocionou milhares de pessoas no mundo todo. Trata-se de O lutador, que retrata a vida de um astro dos ringues em declínio cuja vida pessoal está em ruínas. Entretanto, o que poucas pessoas sabem é que a participação do ator Mickey Rourke como protagonista refletiu de forma direta na vida do personagem que interpretou e serviu de exorcismo para seus demônios. Saiba mais sobre esta tocante história.


Foto O lutador -  KINOWELT



A arte imitando a vida



No filme, o lutador conhecido como Randy “O Carneiro” Robinson está em pleno declínio após ter sido um popular astro dos ringues na década de 1980. Velho e desacreditado, sua vida gira em torno de lutas promocionais de fins de semana e idas a clubes de strippers e uma relação indiferente com sua filha. Quando surge a chance de fazer uma grande luta em comemoração aos 20 anos de sua carreira, o atleta recorre a treinos e esteroides que seu corpo não mais suporta. Assim, sua única saída é um emprego medíocre em um açougue para se sustentar.


Guardadas as devidas proporções, o enredo do filme também serve de reflexo para a história de seu protagonista Mickey Rourke. Assim como o personagem que interpreta, o ator também foi bastante famoso nos anos 80, quando fez alguns filmes de sucesso. Além disto, seu pai era um boxeador, profissão que também tentou seguir no início de sua vida adulta. Com o tempo, Hollywood não o considerava mais tão importante, o que fez com que caísse no esquecimento até voltar as telas durante a década de 1990 e exorcizar seus demônios com este trabalho.


O declínio e a recuperação



Até se reestabelecer como ator e inclusive voltar a lutar boxe de maneira profissional, Mickey Rourke sofreu muitos problemas e deu vários exemplos de superação. No breve período em que subiu nos ringues após deixar as atuações para segundo plano nunca perdeu uma luta. Entretanto, os inúmeros socos que levou desfiguraram seu rosto, que só pôde ser reconstruído com cirurgias plásticas. Sem poder lutar ou atuar, ele ficou no esquecimento e caiu em uma profunda depressão, até provar seu valor e voltar a fazer as duas coisas.


Foto Mickey Rourke - David Shankbone 

Hoje aos 62 anos, Mickey Rourke se tornou novamente bem-sucedido em suas duas carreiras, e provou que nunca é tarde para dar a volta por cima voltar a seguir o caminho para uma vida feliz. Para um astro que já foi considerado Sex Symbol no auge de sua carreira, certamente foi muito difícil superar todos os problemas e esquecimento e encontrar forças para seguir em frente. Mas foi isto que o ator e lutador fez, deixando claro que qualquer pessoa no mundo pode passar por situações difíceis, é possível vence-las com vontade, fé e esperança.


Mais lições a serem aprendidas

Antes de assistir o filme O lutador, é recomendável saber um pouco mais sobre a vida de seu ator principal para entender a importância de fazer este filme para ele. Toda a sua intensidade de interpretação que contagia e emociona o espectador não é por acaso, pois também reflete em um acerto de contas com o seu passado. Mais do que um trabalho, esta foi uma grande provação que Mickey Rourke cumpriu com sucesso.


Por todos estes motivos a vida do lutador do filme e a do astro da vida real são verdadeiros exemplos de superação, força e coragem para enfrentar e vencer os desafios impostos pela vida. Sua vontade de fazer o que ama e conseguir passar pelas adversidades é emocionante e serve como inspiração para qualquer pessoa que quer realizar seus sonhos e objetivos.
Compartilhe no Google Plus

Sobre Anna Vlis

Anna Vlis (Silvana), tenho 36 anos, sou mãe, amiga e blogueira, apaixonada por pessoas que transpiram bondade,amor e honestidade. Completamente fã dos meus filhos, ávida por boa leitura e filmes. Extremamente sonhadora. Cheia de defeitos e manias e sempre com um sorriso nos lábios. Eternamente grata ao meu maior amor, Jesus. Beijinhos lilás S2
    Comentários Blogger
    Comentários Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada por seu comentário! Isso me incentiva a postar sempre.

Não deixe link de blogs em seu comentário, para isso pode comentar como nome/url e deixar o link do seu blog. Bjinhos lilás <3