O mundo pelo olhar de Henri Cartier-Bresson | Hope In Love
Tecnologia do Blogger.

O mundo pelo olhar de Henri Cartier-Bresson

Muitas pessoas o consideram o maior fotógrafo da história e o pai do fotojornalismo. O fato é que as fotografias de Henri Cartier-Bresson ficaram eternizadas entre as mais importantes do século XX, assim como todas as suas conquistas e histórico de vida. Saiba mais a respeito deste homem que com o seu olhar deu um novo significado ao mundo a sua volta e inspirou muitas pessoas com o seu trabalho e suas filosofias.


Alguns fatos sobre Bresson




Este grande fotojornalista francês nasceu na França em 1908 e viveu por quase um século. O fato de ter crescido em uma família abastada lhe rendeu uma grande paixão pelas artes, de forma especial o desenho e a fotografia. Depois de cursar pintura em uma academia de Paris Bresson abraçou a sua verdadeira vocação em 1931, depois de uma viagem para a África na qual contraiu uma grave doença. Ao se curar e inspirado por uma foto tirada pelo húngaro Martin Munkacsi, ele teve certeza de sua verdadeira vocação.
A partir de então o fotógrafo registrou momentos únicos, paisagens do mundo inteiro e alguns dos fatos mais importantes da história da humanidade. Foram 30 anos dedicados inteiramente as imagens, com direito a algumas incursões no cinema e um retorno triunfante em 1945 após ser preso por alguns anos em um campo de concentração durante a segunda guerra mundial. Mais do que uma história de vida fascinante, o trabalho deste homem também foi algo único.


Principais lições e o instante decisivo





Sem dúvidas, uma das principais lições deixadas por Bresson em sua vida e sua carreira foi o que ele chamou de “instante decisivo”. Trata-se do momento exato em que uma imagem deve ser capturada, para imortalizar-se em uma cena única e inigualável. Tornando a câmera uma extensão de seu olho e colocando o seu coração em tudo o que registrava, este homem deu um novo sentido ao universo fotográfico. Isto porque ele aliou seus conhecimentos artísticos a sua fixação pelo enquadramento ideal e a perfeição geométrica, algo nunca antes feito.


Além disto, também é importante lembrar que junto com três amigos, Bresson foi responsável pela criação da Agência Magnum uma das mais renomadas instituições fotográficas do mundo até hoje. Isto tudo sem contar o seu amor pela liberdade e pelo próximo, as amizades que fez com alguns dos maiores nomes das artes e da cultura de sua época e sua sensibilidade na hora de realizar o seu ofício. A prova disto está em suas exposições, livros e sua carreira em geral.


Um verdadeiro exemplo de vida



Após os 60 anos de idade, Bresson retirou-se do mundo da fotografia e passou a se dedicar ao desenho e aproveitar uma aposentadoria tranquila até falecer em 2004. Desde então, a sua vida plena e repleta de realizações inspira muitas pessoas, tanto do meio fotográfico quanto de outras áreas. Seus valores de desapego, amor a profissão e necessidade de viver livre são exemplos a serem seguidos.


Por tudo isto, o fotojornalista francês certamente é uma das pessoas mais importantes da história, capaz de mudar o mundo com o seu olhar. Sua carreira e sua vida são sinônimos de superação, dedicação e conquistas, e por isto devem ser consideradas modelos de sucesso.

Compartilhe no Google Plus

Sobre Anna Vlis

Anna Vlis (Silvana), tenho 35 anos, sou mãe, amiga e blogueira, apaixonada por pessoas que transpiram bondade,amor e honestidade,completamente fã dos meus filhos, ávida por boa leitura e filmes. Extremamente sonhadora. Cheia de defeitos e manias e sempre com um sorriso nos lábios. Eternamente grata ao meu maior amor, Jesus. Beijinhos lilás S2
    Comentários Blogger
    Comentários Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada por seu comentário! Isso me incentiva a postar sempre.

Não deixe link de blogs em seu comentário, para isso pode comentar como nome/url e deixar o link do seu blog. Bjinhos lilás <3