Pegadas pela sustentabilidade | Hope In Love
Tecnologia do Blogger.

Pegadas pela sustentabilidade

Você já teve alguma que ideia que poderia mudar positivamente a vida das pessoas? Hoje em dia, a questão da sustentabilidade do planeta é muito comentada. Mas e aí? O que podem ser ideias sustentáveis?



A preocupação com o esgotamento dos recursos naturais do planeta é crescente e com isso muitas propostas diferentes sobre a geração de energia tem surgido no mundo. Você já cogitou a possibilidade de utilizar a energia produzia pelo seu próprio corpo para gerar energia sustentável? Você pode não acreditar, mas isso já existe pelo mundo afora.



No Brasil, o curitibano Luiz Ribas teve a ideia de aproveitar a energia produzida pelas pessoas que caminham e correm em parques brasileiros e transformá-la em eletricidade sustentável através de uma pista de placas instaladas no chão. Ele já apresentou sua ideia pelo país, mas ainda não teve adeptos, tendo em vista o custo e a viabilidade da proposta. Mas entenda a proposta:




De acordo com o pesquisador, a energia pode ser gerada de duas formas: pelo princípio da piezoeletricidade ou por molas que quando pressionadas movimentam engrenagens que fazem um dínamo funcionar”, explica Ribas.

Cada passo em uma dessas placas gera 7 watts de potência. Pavimentando uma extensão de 3,5 quilômetros, por exemplo  seria possível gerar cerca de 49 megawatts de potência em 24h, o que corresponde a energia suficiente para abastecer 236 casas durante uma hora ou então 12 casas por 24 horas.



Inspiração europeia

Ribas destaca que essa tecnologia já existe e que projetos em funcionamento em Londres, por exemplo. Em alguns pontos e principalmente nas estações de metrô, por exemplo, as calçadas da cidade estão revestidas por uma espécie de piso de borracha, chamado de Pavegen.  Os Pavegens são placas são flexíveis, à prova d’água, que pesam em torno de 28 kg e tem uma potência de 12 volts de corrente contínua.




O funcionamento é muito semelhante ao proposto pelo brasileiro. Em Londres, quando um pedestre passa pelo local com Pavegen e pisa, a placa afunda cerca de cinco milímetros. Esse movimento gera uma energia cinética, que é transformada em eletricidade e então é transferida a dispositivos que necessitam de energia elétrica que estiverem por perto, como postes ou placas eletrônicas. Para comprovar que a energia do movimento do pedestre foi captada, uma lâmpada localizada na parte central do tapete.






Empresas  engajadas na campanha


As calçadas de Pavegen foram muito elogiadas e despertaram o interesse de marcas e instituições conhecidas, como a ONG WorldWildlife Foundation (WWF) e a companhia de bebidas Johnnie Walker.
A WWF, por exemplo, fez uma ação na Hora do Planeta. Eles fizeram uma pista de dança com as placas e uma mesa de luz interativa. Já o famoso whisky criou o JohnnieWalker keep walking project em Madri, na Espanha. O sucesso foi tremendo! Foram “coletados” 42 milhões de passos para serem convertidos em energia elétrica.





Pavegen  pavimentou um campo de futebol na favela Morro da Mineira, no bairro Catumbi no Rio de Janeiro. Veja mais detalhes aqui!











Possibilidades de uso das placas

As possibilidades de uso das placas são diversas. Mas uma boa opção seria a instalação massiva em calçadas de cidades e também em estações de metrô. Na conhecida hora do rush, a quantidade de energia gerada seria muito proveitosa!

Sobre a comercialização do produto, ainda não se sabe o preço exato, mas um porta-voz da Pavegen adiantou que o objetivo é fazer com que o preço gire em torno de R$ 154 por placa (já com os custos de importação).

Dito isso, não há duvida de que o Pavegen é uma grande oportunidade de obtenção de eletricidade limpa e renovável!




Compartilhe no Google Plus

Sobre Anna Vlis

Anna Vlis (Silvana), tenho 35 anos, sou mãe, amiga e blogueira, apaixonada por pessoas que transpiram bondade,amor e honestidade,completamente fã dos meus filhos, ávida por boa leitura e filmes. Extremamente sonhadora. Cheia de defeitos e manias e sempre com um sorriso nos lábios. Eternamente grata ao meu maior amor, Jesus. Beijinhos lilás S2
    Comentários Blogger
    Comentários Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada por seu comentário! Isso me incentiva a postar sempre.

Não deixe link de blogs em seu comentário, para isso pode comentar como nome/url e deixar o link do seu blog. Bjinhos lilás <3