Síndrome de Asperger: Um jeito diferente de enxergar a vida | Hope In Love
Tecnologia do Blogger.

Síndrome de Asperger: Um jeito diferente de enxergar a vida



Autismo


Pessoas ditas “normais” já encaram grandes obstáculos para viver nesse mundo cada vez mais louco e dinâmico, não é verdade? 

Agora propomos aqui o seguinte desafio: tente pensar como sua vida seria caso você tivesse nascido com uma condição que dificulta enormemente seu entendimento desse cotidiano totalmente maluco no qual estamos inseridos e pior, que compromete a sua capacidade de se comunicar com os demais e com o meio que se apresenta.

Provavelmente no seu caso esse só será um exercício de imaginação, mas para aqueles que vem ao mundo enquadrados no espectro do autismo a realidade descrita acima é a única que eles conhecerão para o resto de suas vidas. 
Esse transtorno global de desenvolvimento é caracterizado principalmente pela grande dificuldade nas interações sociais e pela inabilidade em dominar a linguagem, seja para se comunicar ou para compreender os jogos simbólicos que permeiam as relações humanas. Também é observado constantemente nesses indivíduos um comportamento mais repetitivo e restrito, envolvendo sempre atividades que os interessam.  


Os graus de intensidade no autismo variam demais, o que torna o transtorno um dos mais complexos em se diagnosticar e entender dentro da medicina. Encontramos pessoas nesse espectro que não conseguem ter nenhum contato interpessoal e sequer aprendem a falar, enquanto existem muitos casos de portadores com bem menos restrições na comunicação e que tem uma inteligência de nível normal, algumas vezes até superior à da maioria. Suspeita-se que gênios da humanidade como Albert Einstein, Vincent Van Gogh, Isaac Newton e até Bill Gates sofrem da manifestação mais leve dessa condição, conhecida popularmente como Síndrome de Asperger.

Os aspergers vivem uma situação que talvez seja ainda mais confusa do que a dos autistas clássicos. Eles possuem quase as mesmas habilidades sociais e comunicativas que a maior parte de nós tem, mas ainda são bastante limitados graças as dificuldades impostas pelo transtorno. 




O jovem nova-iorquino Alex Olinkiewicz é portador da síndrome, e cansado da sensação de não pertencer a lugar algum e de nunca ser compreendido por ninguém gravou aos 16 anos um vídeo simples e encantador, em que explica da melhor forma que pode a condição a qual está submetido desde que se entende por gente.



---->>>> Vídeo Original  http://youtu.be/rbgUjmeC-4o




A repercussão foi tamanha que Alex percebeu que havia aberto uma porta para tornar o transtorno autista mais conhecido e, consequentemente, acessível para todas as pessoas, o que tornaria a vida dos portadores muito mais fácil. O canal no YouTube que leva o seu nome tem vários vídeos sobre a temática e o mais acessado deles alcança o notável número de mais de um milhão de visualizações. Sabendo que podia ajudar ainda mais a comunidade autista ele ainda escreveu dois livros sobre o assunto, o “In My Mind: A Journey Through My Life With Asperger's/Autism”, lançado em 2012 e o “In My Mind: From His Life with Autism, Alex Answers All Your Questions”, lançado em Março desse ano.

 

 

A Síndrome de Asperger é tão peculiar que já foi discutida em obras variadas, inclusive no cinema. A animação “Mary & Max” de Adam Elliot se debruça sobre o tema, usando como pano de fundo a linda amizade entre uma menina australiana e um homem americano portador da condição, vivida através das doces cartas que eles trocam ao longo dos anos. O filme foi considerado o melhor de seu estilo pelo festival Asia Pacific Screen Awards, em 2009, e foi muito elogiado entre os críticos especializados.

                                                            

-->>> veja aqui uma parte importante de Mary & Max https://www.youtube.com/watch?v=mSSCIqsvQK4

 

Além desse temos também o “Planeta Asperger”, documentário espanhol lançado este ano que acompanha a vida de alguns portadores da síndrome, mostrando a repercussão que ela tem nas suas vidas e na dos que os acompanham, provando que apesar dos obstáculos que tem que enfrentar todos seguem perseverando e se esforçando para entender o mundo – e também serem entendidos de volta.

 

https://www.youtube.com/watch?v=rEUFGGP19BA

 

O Fantástico lançou esse ano uma série encabeçada por Drauzio Varella, em que explica com grande riqueza e com muito cuidado todas as questões relacionadas ao autismo. Se você quer compreender melhor essas pessoas tão únicas em sua forma de viver e incríveis em seus esforços para encarar um meio que lhes é tão hostil te convidamos a assisti-la. No link abaixo você pode conferir alguns  episódios e ainda tirar algumas dúvidas! Aproveite!

 http://especial.g1.globo.com/fantastico/autismo/episodios.html






Compartilhe no Google Plus

Sobre Anna Vlis

Anna Vlis (Silvana), tenho 35 anos, sou mãe, amiga e blogueira, apaixonada por pessoas que transpiram bondade,amor e honestidade,completamente fã dos meus filhos, ávida por boa leitura e filmes. Extremamente sonhadora. Cheia de defeitos e manias e sempre com um sorriso nos lábios. Eternamente grata ao meu maior amor, Jesus. Beijinhos lilás S2
    Comentários Blogger
    Comentários Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada por seu comentário! Isso me incentiva a postar sempre.

Não deixe link de blogs em seu comentário, para isso pode comentar como nome/url e deixar o link do seu blog. Bjinhos lilás <3